20 set 2016

Food park no Espinheiro oferece festival de comidas vegetarianas e veganas

fb_img_1474395769209

O Garage Food Trucks, localizado no bairro do Espinheiro, realiza nos dias 24 e 25 deste mês seu 2º Festival Vegetariano. Com cardápio especialmente elaborado e voltado para os adeptos do vegetarianismo e veganismo, o festival acontece das 10h às 17h com muita comida gostosa e boa música com o DJ Pós, da “Melodia de Budega”, e a banda Handmade Blues.




Além do cardápio diferenciado que será oferecido pelos trucks fixos do local: Môvei (burguer artesanal), Street Fish Temakeria (sushi e temaki), Hasta La Pizza (pizzas artesanais), La Cerva (cervejas especiais), Meu Chapa Comedoria (petiscos), Be Waffle (waffle e milk shake), Docecleta (brownie) e Seu Café (café, chás e sucos), dois convidados vão deixar os clientes com água na boca: a Girassol Cozinha Itinerante e a Orgânico 22. Também vão fazer parte do evento a Coco Nutri Produtos Naturais, que vai levar os industrializados óleo, açúcar e farinha de coco, sal rosa do Himalaia e manteiga ghee; a Adoro Bijus com seus acessórios, colares, pulseiras e brincos, produzidos artesanalmente; e a Kombi O Meu Jardim, que vai levar suas plantas e flores para deixar o evento mais verde.

Com a preocupação de promover o vegetarianismo e veganismo e atender a essa clientela, o Garage pretende manter o festival no calendário do espaço. “É um público que vem aumentando. Percebemos essa demanda e pensamos também em ter um cardápio fixo que atenda a comunidade”, diz o chef do Môvei Food Truck Renato Romariz.

O conselheiro da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) grupo Recife, Tiago Barreto, ratifica que a comunidade, em especial a vegana, tem realmente aumentado no Recife. “Existe hoje uma maior quantidade de informação e um aumento significativo percebido nos eventos e locais que oferecem comidas veganas. A grande maioria dos bares e restaurantes de Recife não sabe atender esse público. Nesse caso, existe uma demanda reprimida muito grande e investir em opções veganas é muito mais inclusivo”, ressalta Barreto.

Ainda de acordo com o conselheiro, os empresários precisam enxergar que oferecer comida vegana é um multiplicador de clientela. “Hoje em dia, com um número crescente de veganos, é comum ter algum vegano num grupo de amigos. Se as pessoas combinam para comer fora, muitas vezes perguntam ao amigo onde ele pode ser atendido. Ou seja, se um grupo de 10 pessoas com um vegano vai sair para comer, o estabelecimento não ganha apenas um cliente, mas todo o grupo”, completa.

Cardápio

Os chefs dos melhores food trucks da cidade vão preparar pratos exclusivos para os dois dias de evento. O Môvei vai apostar em um delicioso burguer de grão de bico, com legumes, alface, tomate, molho de mostarda com melado de cana e chips de batata doce servido no pão brioche. Já o prato principal do Meu Chapa será a Feijuca Vegan com arroz e farofa de banana, laranja e abacaxi, além do delicioso gratinado de legumes confitados com batata doce, hortelã e carne de caju.

O La Cerva atenderá com as cervejas especiais. Já o Street Fish tira o peixe do cardápio e aposta no Temaki de Shimeji, com acelga e arroz. O Hasta La Pizza vai garantir a pizza vegana com refogado de cenoura, abrobrinha e alho poró, tomate seco e rúcula. A Orgânico 22 vem com seus burguers deliciosos veganos de quinoa com relish de pepino e painço com maça caramelizada e rúcula. E a Girassol vai arrasar com a Moqueca de Banana da Terra e sua Torta de Banana maravilhosa.

Além disso, o evento terá o tradicional brownie da Docecleta, o waffle vegano com massa de banana e geleia de morango da Be Waffle, as pastas de açaí, cupuaçu e tapioca da Açaídeira e o Seu Café servindo o cafezinho, sucos e chás.

Serviço:

Festival Vegetariano do Garage
Dias: 24 e 25 de setembro
Horário: das 10h às 17h
Atrações: DJ Pós (Melodia de Budega) no sábado e Banda Handmade Blues no domingo
Local: Garage Food Trucks – Rua Padre Silvino Guedes, 65, Espinheiro (rua ao lado da igreja do Espinheiro).

Contato para a imprensa: Vanessa Bahé – 98182.5829

Veja o cardápio completo do Festival:

Meu Chapa Comedoria Ambulante – Feijuca Vegan (arroz, farofa de banana, laranja e abacaxi), Cachorrão Vegano (linguiça de soja no pesto de azeitona com tomates e pimentões confitados no pão francês vegano), Gratinado de Legumes confitados com batata doce, hortelã e carne de caju, Pastel de Queijo do Reino empanado com gergelim e panko.

Môvei Food Truck – Burguer MôVeg (pão brioche, burguer de grão de bico com legumes, alface, tomate, molho de mostarda com melado de cana e chips de batata doce).

La Cerva Truck – cerveja especiais

Street Fish Temakeria – Temaki de shimeji (com acelga e arroz), Jojo Shimeji (arroz enrolado na acelga coberto com shimeji), Temaki California (temaki de manga, pepino e abacate), Uramaki Califórnia (enrolado de arroz por fora com recheio de manga, pepino e abacate) e Carioca de goiabada.

Hasta La Pizza – Vegana (refogado de cenoura, abrobrinha e alho poró, leva tomate seco e rúcula), Vegetarianas: Queijo Brie com geleia de damasco, marguerita com tomate fresco e manjericão, Tomate seco com rúcula, Mozzarela, Cartola. Massa integral.

Orgânico 22 – Burguer vegano de grão de bico com molho de alho (leite vegetal) e verduras; burguer vegano de beterraba com chutney de cebola roxa; burguer vegano de quinoa com relish de pepino; burguer vegano de painço com maça caramelizada e rúcula; sanduíche australiano vegetariano com pesto de rúcula, tomate marinado com vinagre de frutas vermelhas e broto de alfafa.

Girassol Cozinha Itinerante – Moqueca de Banana da Terra; Escondidinho de Carne Louca de Banana (creme de macaxeira gratinado, recheado com carne de casca de banana refogada); Hambúrguer Vegano de Soja Defumada (pão bola, cebola caramelizada, alface, tomate e maionese de semente de girassol); Sanduiche de Falafel (pão sírio, alface, tomate e molho de iogurte com hortelã); Pão de Alho e Gorgonzola (pão francês, queijo gorgonzola, maionese de alho e manjericão roxo); Torta de Banana; Bolo Vegano de Cacau com Amêndoas e sucos naturais.

Açaídeira – pasta de açaí com banana e granola, pasta de cupuaçu e pasta de tapioca.

Be Waffle – Waffle belga vegano com massa de banana e geleia de morango.

Docecleta – Brownie

Seu Café – cafés, chás e sucos.

Texto enviado pela Tuk Promo – Agência de Publicidade.

Juliana Urquisa Postado por Tags:
1 Comentário
18 jul 2016

Shampoo Pracaxi & Andiroba Cativa Natureza

Shampoo Pracaxi & Andiroba Cativa Natureza

Esse shampoo da Cativa me dividiu muito, pois eu nunca tinha experimentado um shampoo que não espuma e me frustava quando tinha pressa, rs. A composição é maravilhosa com insumos orgânicos e o perfume é algo que nunca senti na minha vida, uma perfeição Textura cremosa e cor bege transparente. Eu demoro muito pra lavar o cabelo e por isso preciso passar 2 ou 3 vezes shampoo pra lavar bem, e foi isso que me irritou nesse shampoo.

Shampoo Pracaxi & Andiroba Cativa Natureza

Sou uma pessoa prática e vocês já me conhecem, sou pouco vaidosa pra usar esses produtos de beleza muito elaborados ou demorados, portanto esse shampoo não facilitou a minha vida. Eu gostaria de me dar o tempo de um banho gostoso e demorado, mas eu não consigo, sério! Eu tenho ansiedade e tudo na minha vida precisa ser simples e sucinto. Apesar disso, eu amei o perfume e o meu cabelo ficava limpo e disciplinado como não fica com outros shampoos. Não sei se ele pode ser usado como no ou low poo, mas vou deixar a lista de ingredientes no final do post.

Shampoo Pracaxi & Andiroba Cativa Natureza

Eu adorei a textura dos meus cabelos e o cheiro suave, mas duradouro que ele deixa, porém pro meu estilo de vida onde busco coisas práticas e rápidas, ele não foi legal. Na primeira lavagem eu não conseguia espalhar bem e tinha que colocar mais shampoo em cada parte da minha cabeça, já na segunda lavagem eu já conseguia espalhar melhor e sentir a limpeza profunda, as vezes precisava de uma terceira lavagem. Acho que é um produto pra quem tem mais calma, rs.

Shampoo Pracaxi e Andiroba (à venda por R$ 40,00)

Associação de tensoativos suaves e ingredientes orgânicos, como pracaxi, andiroba e extratos naturais de Aloe vera e Erva mate orgânica, promovem limpeza eficaz sem agredir os fios, deixando-os macios e hidratados.

Composição: glyceryl caprylate, *Melaleuca alternifolia (leaf) water, lauryl glucoside, *Pentaclethra macroloba seed oil, *Carapa guainensis oil, glycerin, potassium sorbate , aqua, Aloe Barbadensis (leaf) Extract, dehydroxanthan gum, *Ilex paraguariensis leaf Extract, disodium cocoyl glutamate/sodium cocoyl glutamate, aqua, citric acid, Pogostemon patchouli oil, Cananga Odorata flower oil, Limonene, Linalool e Eugenol. 71,5 % de insumos orgânicos rastreados

Juliana Urquisa Postado por Tags:
4 Comentários
12 jul 2016

Clarice – Novidades e Fotos

clarice005

Os primeiros meses de Clarice e Duke conosco foram desafiadores, vou focar em Clarice nesse post porque foi a mais difícil. No final de maio levamos os dois pra um check-up num veterinário de bairro com custo mais padrão, infelizmente o hemograma apresentou alteração em quase tudo nos deixando bem preocupados. O veterinário receitou Promun-Cat (suplemento vitamínico pra fortalecer o organismo), Vitamina C e Doxy Suspensão (antibiótico pra infecção). Voltamos 15 dias depois pra refazer o hemograma e continuou muito alterado. O veterinário ficou preocupado com os leucócitos e plaquetas muito baixos (e todo o resto que também estava fora dos padrões) e nos encaminhou pra um especialista em gatos. Pelo valor das plaquetas (contagem de menos de 50, quando deveria ser mais de 230) seria necessário transfusão de sangue.




clarice002 clarice003

Corremos com os hemogramas pra clínica especializada em gatos, onde o valor da consulta custa o dobro dessa que levamos inicialmente. A primeira coisa que a veterinária fez foi um novo hemograma que, PASMEM, estava perfeito, exceto por uma infecção indicada no aumento da contagem dos bastonetes. O tratamento foi feito com Zitrex (antibiótico) combinado com um xarope para enjoo e solicitou um ultrassom abdominal onde não foi detectado nenhum problema. Voltamos 15 dias depois pra refazer o hemograma e a infecção foi tratada, porém deu leucopenia que é quando a contagem de leucócitos está baixa, deveria ser à partir de 5.500 e estava em 4.000. O tratamento foi com Filgrastim com injeções subcutâneas que tive que dar em casa, CREIA! Medo demais de fazer algo errado, mas consegui. O ideal seriam 7 dias, Clarice só deixou 5 e cada dia era mais difícil, parece que ela ia desenvolvendo técnicas ninja pra não deixar eu aplicar a injeção e a cada dia que passava ela ficava melhor nisso, rs. Voltamos pra refazer o hemograma e AMÉM as 5 aplicações resolveram e a contagem de leucócitos subiu pra 6.000.

clarice001 clarice004

Quando finalmente parecia que estava tudo maravilhoso, nessa última consulta foi percebido uma sensibilidade estranha na coluna de Clarice, algo que não tínhamos notado em todas as outras consultas… E a veterinária achou melhor nos encaminhar pra um especialista em neurologia felina e fazer um raio-x da coluna pra mostrá-lo, também receitou Cronidor (remédio pra dor). O remédio não surtiu muito efeito, fiz exames de toque em casa e a sensibilidade persistia. Na consulta com o neuro o mesmo fez diversos procedimentos, fiquei apenas observando sem saber direito se estava tudo bem. Ao final ele sentou comigo e explicou que as respostas não foram satisfatórias, em diversos exercícios motores ela não respondeu como deveria, o que sugere uma lesão na coluna que pode ser um linfoma ou meningite. O veterinário pediu uma tomografia e análise de liquor pra saber exatamente o que é, porém esses dois exames são caríssimos e no momento precisamos nos recuperar financeiramente pra então fazê-los e também levar Duke nessa clínica especializada em gatos, pois como ela é mais cara tivemos que escolher quem levar primeiro e de acordo com os exames alterados da primeira clínica Clarice era quem estava precisando com mais urgência. Sem falar que Duke ainda precisa ser vacinado e castrado.

Clarice está bem, anda, corre, pula e não reclama de dor nas atividades cotidianas, exceto quando é tocada na coluna na parte da lombar aplicando um pouco de força, como uma massagem. Os exames são necessários porque o quanto antes se descobrir algo mais sério, maiores são as chances de sucesso no tratamento, ou melhor seria se der negativo e isso for apenas uma sensibilidade dela, uma coisa normal, sabe? Vamos torcer por isso.

clarice006

Fui colocando tudo no cartão e quando parei pra fazer as contas se dava pra fazer a tomografia levei um susto! Pensando numa solução pra quitar essa dívida (somando tudo desde a primeira clínica veterinária de bairro até o especialista em neurologia felina, remédios, consultas e exames, está em pouco mais de mil e quinhentos reais) e continuar com a luta fiz uma rifa on-line onde o cupom custa 10 reais e o prêmio é um vale compras no valor de 200 reais na Loja Vegaria, o primeiro empório totalmente vegano do Nordeste. O sorteio será no dia 7 de agosto. A rifa é válida apenas pra Recife pra que a pessoa vá na loja usar seu cupom 🙂

Esses foram os acontecimentos dos últimos 2 meses, rs. O que vocês acharam da rifa? É uma boa ideia? Vocês comprariam se morassem aqui em Recife? Se você mora em Recife, ajuda aí 😀

* Não medique seu animal de estimação sem consultar um veterinário antes.

Juliana Urquisa Postado por Tags:
6 Comentários