Expresso do Amanhã

o-expresso-do-amanha_t51518_UW675Zi_jpg_290x478_upscale_q90Expresso do Amanhã
Snowpiercer
Dirigido por: Bong Joon-ho
Ano: 2013

Um experimento para impedir o aquecimento global falha e uma nova era do gelo toma conta do planeta. O que resta é apenas neve e guerra. Os únicos sobreviventes da Terra estão a bordo de uma imensa máquina chamada Snowpiercer. Lá dentro, os mais pobres vivem em péssimas condições, enquanto a classe rica vive em meio ao luxo.

No último fim de semana assistimos Expresso do Amanhã na Netflix e o filme foi além do que eu esperava. Cheio de aventura e lições darwinianas sobre a sociedade, traz muita reflexão sobre o mundo em que vivemos em um contexto menor.

O planeta Terra continuava aquecendo e pra amenizar o clima foi solta no ar uma substância que prometia não só parar o aquecimento global, como também diminuir a temperatura para algo aceitável para a população. Infelizmente a tentava foi frustrada e o planeta inteiro congelou, matando toda forma de vida. Apenas sobreviveu quem comprou ingressos pra Locomotiva de Wilford, auto sustentável e que nunca pára.

tumblr_n7bzs7SATx1tbeyfeo1_1280

O filme começa mostrando a realidade da “classe econômica” da locomotiva. Vivendo na miséria absoluta, totalmente dominados e passivos encontram esperança em mais uma rebelião, mas dessa vez eles têm um plano melhor e um líder disposto a tudo pra mudar a realidade.

As cenas são escuras e em tons de cinza, tudo triste e com um toque de poesia nas imagens e à medida que avançam os vagões as cores vão mudando. O contraste entre fora e dentro da locomotiva é vivo. Aquele determinado momento em que bate um feixe de luz, o sangue ganhando destaque, o terror nos olhos que se arregalam. A luta combatida pela classe inferior, dia após dia, subindo os degraus vagões da locomotiva em busca de quê?

tumblr_n7bzvnpvIp1tbeyfeo1_1280

No começo o objetivo era dominar a locomotiva a fim de terem uma vida melhor, mas com o avançar dos vagões e as mortes, os poucos que restam no final tem objetivos bem diferentes, como vingança e liberdade, que fecham o filme com chave de ouro.

43691

Destaque especial pra Tilda Swinton que se transformou na personagem e realmente dá agonia vê-la falar e se mexer. Em uma das cenas mais tensas ela diz a frase mais marcante pra mim:

“Você usaria um sapato em sua cabeça? É claro que não. Um sapato pertence aos seus pés. Um chapéu pertence a sua cabeça. Eu sou um chapéu. Você é um sapato. Eu pertenço à cabeça. Você pertence aos pés.”

tumblr_n6auv784RD1tbeyfeo1_1280

Kyung-pyo Hong foi reponsável pela fotografia que me encantou. Ele incluiu em cada cena um significado, como por exemplo o “herói” sempre ser filmado de perfil da esquerda dando intenção de andamento, avanço, evolução.

Um filme incrível pra se assistir várias vezes, cheio de contrastes sociais e de cores. Faz a gente pensar. Incrível!

Imagens: snowpiercer-film.com/

7 Comentários

  1. Gente, chocada com essa frase dela no filme!
    Eu nunca tinha ouvido falar, mas vou adicionar na minha lista na Netflix porque achei fascinante! Adoro quando vejo indicações de bons filmes que estão assim, de fácil acesso!

  2. oi, oi.

    gente, esse filme parece ser maravilhoso, apesar de triste. adicionando na listinha do Listrography porque parece que eu vou adorar. infelizmente, se a gente não tomar cuidado, o futuro do nosso país pode ser semelhante ao do filme. talvez, se cada um fizer sua parte, não chegue a esse ponto. mas é fato que estamos acabando com o nosso planeta. triste.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.