DeadPool

deadpool_t14204_9lZf3DC_jpg_290x478_upscale_q90Deadpool
Deadpool
Dirigido por: Tim Miller (III)
Ano: 2016

Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.

O anti-herói mais amado (ou não) dos quadrinhos ganhou as telonas e fomos assistir com os amigos essa semana no cinema. O mais legal foi rever pessoas da época do iRC (quem lembra?) e o encontro se transformou em IRContro, hahaha. Correia ir pro cinema numa segunda-feira após o trabalho, trânsito e fila, eu e Stênio pegamos lugares separados, porém bem posicionados e uma cadeira em cima da outra, então deu pra filar a pipoca, rs.

FB_IMG_1455809676821

O filme tem bastante ação e cenas de luta violentas, trágicas e cômicas ao mesmo tempo. É uma história dentro da outra. Confesso que nem sabia da existência de Deadpool e quando o filme começou a ser divulgado fiquei de pesquisar, mas não tive tempo.

deadpool1-gallery-image
deadpool-gallery-04-gallery-image
deadpool-gallery-05-gallery-image
deadpool-gallery-06-gallery-image
Imagens: Foxmovies

[spoiler]
Wade é basicamente um psicopata, sociopata que ama dinheiro e uniu o útil ao agradável ao virar assassino de aluguel de “vilões”. No dia do noivado descobre que tem um câncer terminal e fica sem chão. Quando já está mais ou menos acostumado com a ideia, um homem o procura oferecendo a cura em troca do seu corpo para experiência, prometendo também super poderes e é aí que seus problemas começam. Francis (hahahaha, quando virem o filme vão entender porque falar esse nome é tão engraçado) é o responsável pelas experiências em Wade e explica como funciona: É injetado um soro que fará o corpo sofrer a mutação se exposto a grande estresse (dor, raiva, etc). À base de muita tortura finalmente Wade sofre a mutação e se torna Deadpool. Acontece que Wade já tinha um senso de humor, digamos, duvidoso, e quando se vê um “monstro” (devido à mutação) fica ainda mais sarcástico e liga o “foda-se” pro mundo, o que torna suas piadas muito mais ácidas.
[/spoiler]

O longa mistura presente e passado, no presente a jornada de Deadpool atrás de Francis e no passado porque e como Wade se tornou Deadpool. No meio da confusão muitas referências de X-Men e piadinhas infames fazem você morrer de rir na poltrona.

Ah, não saiam do cinema depois dos créditos, tem cena extra!! 😀

1 comentário

  1. O filme foi examente o que eu esperava, não sai do cinema nem feliz e nem triste, pq bom, fizeram o que tinham que fazer :p Deadpool é um filme com ótimas cenas de ação, diferente dos da Disney, dá para ver claramente que tem planejamento de sequências e até um “Q” de Zack Snyder (ao menos tentaram). O personagem é aquilo, mas quem leu a HQ sabe que o personagem é dahora, mas histórias bem ZzZzZzZzZ, tanto que refletiu no plot do filme e no vilão, que só estavam lá mesmo. 99% de referência e 1% de diálogo e tipo é isso. Sei lá, gostei do filme, foi divertido, mas ver 1x tá bom.

    bjs,
    Carol | Espilotríssimo
    http://www.carolespilotro.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.