21 abr 2016

Resenha do Filme Ponte dos Espiões

Resenha do Filme Ponte dos EspiõesPonte dos Espiões
Bridge of Spies
Ano: 2015
Dirigido por: Steven Spielberg

James Donovan (Tom Hanks), um advogado de créditos de seguros do Brooklyn, encontra-se no centro da Guerra Fria quando a CIA o envia a uma tarefa quase impossível de negociar: a libertação de um piloto americano capturado.
.

Não sou fã de filmes nesse estilo e só pelo título já imaginava o que viria, algo longo e complexo. Apesar dele ser exatamente isso, me surpreendeu positivamente.

Resenha do Filme Ponte dos Espiões
Imagem: ligadoemseries.com.br

Ponte dos Espiões acontece na época da Guerra Fria e conta a história de um espião soviético capturado em Nova Iorque e seu processo de julgamento. Todo o país contra aquele sujeito e querendo pena de morte quando o advogado de uma firma de seguros chamado Donovan (Tom Hawks) é enviado para o caso. Decidido a conseguir todos os benefícios que seu cliente tem direito, Donovan começa a receber ameaças e vê a sua vida e de sua família em risco, pois todos querem a morte do espião e o vêem como um traidor.

Resenha do Filme Ponte dos Espiões
Imagem: br.ign.com

Resenha do Filme Ponte dos Espiões
Imagem: fabricadeexpressoes

Durante o filme somos familiarizados com Abel, o espião soviético, através das entrevistas que Donovan faz com ele e das cenas onde Abel aparece pintando quadros, um hobby. O espião nunca trai seu país, sempre fiel e decidido, calmo e sereno. O advogado parece o compreender e por isso o defende como qualquer outro cliente, pra ele Abel estava apenas fazendo o seu trabalho e poderia ser qualquer um.

O jogo vira quando um piloto americano é capturado pela União Soviética, apesar de todo o treinamento orientando os soldados a se suicidarem em caso de captura. Donovan é convidado a fazer uma negociação arriscada pra trocar os prisioneiros e é aí que começa a ficar interessante, porque o advogado precisa usar muito jogo de cintura pra lidar com pessoas que se interpretarem uma vírgula errada os planos vão por água abaixo. No meio da confusão um estudante americano é capturado também e, mesmo indo de encontro a todos, Donovan o inclui nas negociações dando mais suspense a trama, pois não sabemos se ele conseguirá trocar 1 por 2.

A história condiz com o nome do filme quando a cena da troca dos prisioneiros começa, uma ponte onde de um lado estão os americanos e do outro os soldados da União Soviética. E pra saber o desfecho dessa troca, você precisa assistir, hahaha.

Filme longo com mais de 2 horas de duração que em alguns momentos se arrasta devido aos diálogos complexos de direito, mas que vale muito a pena pelo conteúdo histórico, apesar de tendencioso pro lados dos EUA. Destaque pra atuação de Tom Hawks e Mark Rylance (ganhador do Oscar como ator coadjuvante).

Juliana Urquisa Postado por Tags:
2 Comentários

2 Comentários em "Resenha do Filme Ponte dos Espiões"

  1. Rafael Urquisa disse:

    Esse filme é foda!!!!
    Outro nessa linha é O JOGO DA IMITAÇÃO. Muito massa tb!

  2. Marcel disse:

    Como postei quando assisti: o filme é honesto.
    Boa história, bons atores… que dá um bom filme, mas nada demais. É aquele filme que passa na média.