23 jan 2018

5 músicas que definem meu ano de 2017

Seria errado julgar 2017 como um grande filho da puta, porque na verdade não foi o ano e sim umas pessoas que transformaram meu ano num grande monte de estrume. Existe cada qualidade de ser humano, que eu tenho medo das pessoas que conheço, porque não tenho a menor ideia de quem elas são no fundo e por isso eu vivo na defensiva. É foda provar isso dia após dia. Em vez de falar sobre algo que nem consigo digerir ainda, resolvi fazer um post com músicas que definem meu último ano, não necessariamente nessa ordem:

A gente se acostuma a sofrer porque engoliu o choro tantas vezes…

“And every time you hurt me, the less that I cry
And every time you leave me, the quicker these tears dry
And every time you walk out, the less I love you
Baby, we don’t stand a chance, it’s sad but it’s true”

Quando tudo ainda era difícil de se acreditar, todos os logs no whatsapp, tudo que foi dito pelas minhas costas, toda a falsidade, todas as mentiras incentivadas, todo o desamor, falta de atenção, falta de carinho. Como puder me pôr numa situação assim?

“Nobody said it was easy
It’s such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be this hard
Oh, take me back to the start”

Sobre as desculpas que nunca ouvi:

“Cuidado que eu mudei de lugar
Algumas certezas
Pra não te magoar
Não tem porquê
Pra ajudar teu analista:
‘Desculpa'”

Depois de digerir e entender que a culpa não foi minha… Apenas foda-se!

“Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
‘Cause your words don’t translate
And it’s getting quite late
So, please, don’t stay in touch”

Descobrindo meu valor novamente.

“And high up above or down below
When you’re too in love to let it go
But if you never try, you’ll never know
Just what you’re worth”

Certas pessoa só merecem pena. Algumas pessoas têm atitudes tão pequenas e mesquinhas que só conseguiriam conversar sobre essas falsidades com outras pessoas tão pequenas e mesquinhas quanto, por isso certas pessoas se merecem perfeitamente. Eu só tenho a agradecer por estar sem gente desse tipo na minha vida e pela experiência que tive, novamente mais do mesmo: Nunca confiar em ninguém 🙂

Juliana Urquisa Postado por Tags:
3 Comentários

3 Comentários em "5 músicas que definem meu ano de 2017"

  1. Clayci disse:

    Ahhhhhh The Scientist é uma música que define minha vida inteira rsrs. Inclusive amo Coldplay <3 e essa fix you é uma das minhas favoritas *_*
    Que 2018 seja um ano mais leve para todos nós <3

    Beijos

  2. Luly Lage disse:

    Esse trecho de The Scientist bem que definiu meus últimos anos também… Mesmo que a culpa não fosse do ano em si, como você disse! ma so bom é que a gente aprende a selecionar as situações que merecem um Fuck You tão bem dito quanto o da Lily Allen e AJUDA DEMAIS A DESCARREGAR, AAAAH!
    Que 2018 compense sendo maravilindo! <3

  3. Bruna disse:

    Não escutei todas essas músicas em meu 2017 mas adorei escutar todas agora haha
    Essa primeira me fez até procurar a tradução, coldplay escutei em outros anos (muitos chorooooss), Cícero é do meu estado PE (que orgulho aaaa) e essa música da Lily Allen conheci agora. Adorei adorei!!!
    beijosss
    N E O D E S V A R I O